4-mitos-sobre-Vitamina-C 4-mitos-sobre-Vitamina-C

4 mitos sobre Vitamina C: dermatologista desvenda as maiores dúvidas sobre a substância

 

A vitamina C é um antioxidante super poderoso que deveria ser inserido em todas as rotinas de cuidados com a pele! Cada vez mais, essa substância vem mostrando os seus benefícios: ela clareia manchas, retarda o aparecimento de rugas e linhas de expressão e ainda uniformiza o tom da pele. No entanto, ainda existem muitas dúvidas em torno de como usar a vitamina C. O dermatologista Daniel Dziabas esclareceu os principais mitos sobre o assunto - veja só!

Mito #1 - Vitamina C não pode ser usada durante o dia

Assim como alguns ácidos, muita gente pensa que a vitamina C não deve ser usada no sol. Segundo o Dr. Daniel, isso não passa de um mito! A vitamina C pode - e deve - ser usada durante o dia, como também à noite. “Apesar de ela ter o nome ‘ácido L-ascórbico’, ela pode, sim, ser usada durante o dia”, explicou. “Não se trata de uma substância fotorreativa, ou seja, ela não reage ao sol”.  

Mito #2 - A vitamina C tópica e oral entregam os mesmos benefícios para a pele

De acordo com o dermatologista, ambas as formas de usar vitamina C são benéficas, no entanto, se o seu objetivo é melhorar a aparência da pele, o uso tópico deve ser o escolhido. “Quando você pretende conseguir um efeito antioxidante para o corpo todo, é legal ingerir a vitamina C. Mas se o seu objetivo é obter benefícios diretos na pele, como o clareamento de manchas ou tratamento de rugas, a opção tópica é preponderante.  

Mito #3 - Vitamina C piora a oleosidade da pele

Outro mito que muitas vezes se ouve em relação à vitamina C é que ela não deve ser usada em quem tem pele oleosa, já que aumenta a produção de sebo, podendo causar espinhas e cravos. Segundo o Dr. Daniel, isso não é verdade. “A vitamina C em si não aumenta a oleosidade da pele nem gera acne, portanto ela pode, sim, ser usada na pele oleosa”, afirmou. “O que pode causar isso é o veículo onde a vitamina C é colocada, como por exemplo um creme mais oleoso”.  

Mito #4 - Quem tem pele negra não pode usar vitamina C

Quando se fala em cuidados com a pele negra, existem alguns hábitos que podem ser prejudiciais, mas segundo o dermatologista, usar vitamina C está longe de ser um deles. “A pele negra não só pode como deve usar vitamina C. É verdade que esse fototipo tem uma série de restrições quanto ao uso de clareadores e ácidos, como o retinol ou a hidroquinona, já que eles podem ser extremamente irritativos e até causar manchas. Já a vitamina C é capaz de clarear a pele negra sem provocar irritação, justamente por possuir efeito antiinflamatório”, entregou o Dr. Daniel. 

Foto: Unsplash

 


4_mitos_e_verdades_sobre_Vitamina_C_dermatologista_desvenda_as_maiores_dúvidas_sobre_a_substancia

Dr. Daniel Dziabas – CRM 138293  

Médico graduado pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

  • Diretor clínico e proprietário da Clínica Dr. Daniel Dziabas.
  • Membro titular do Grupo Brasileiro de Melanoma.
  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).
  • Speaker da LMG Lasers: realiza apresentações e treinamento médico em novas tecnologias de laser em todo Brasil.
  • Speaker da Galderma.
  • Atuação em congressos e simpósios nacionais e internacionais de Dermatologia e Cosmiatria: enfoque na harmonização facial completa com a associação de lasers, toxina botulínica e preenchimentos faciais.
  • Título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) – RQE: 61967