Como pintar o cabelo em casa | Guia | Erros e acertos

 

Como pintar o cabelo em casa | Guia | Erros e acertos

Na maioria das vezes, pele oleosa é sinônimo de incômodo. Além do brilho intenso, esse tipo de pele também costuma sofrer com poros dilatados, cravos e espinhas. Todos esses problemas são reflexo do excesso de oleosidade no rosto, e para controlar essa situação, separamos 5 hábitos simples que vão mudar sua pele para melhor.

 

1. Não lave o cabelo antes de colorir

Tá aí uma dúvida que é muito mais comum entre a galera que pinta - ou quer pintar - os cabelos em casa: por que rolam indicações pra fazer isso com o cabelo sujo? É simples: quando você usa um shampoo tradicional na lavagem, ele abre as cutículas da cabeleira pra limpar. A coloração permanente faz exatamente a mesma coisa pra que o pigmento se fixe na parte mais profunda do fio e, assim, não desbote rápido. Quando você junta esses dois processos num intervalo de tempo muito curto, suas madeixas podem ficar fragilizadas, o que não é NADA bom enquanto elas tão passando por um processo químico, né não? Pra evitar treta, pinta, no mínimo, uns dois dias depois da lavagem e segue o baile, gata!

 

2. Siga o tempo indicado na caixinha

Essa dica já é velha de guerra por aqui e serve pra tudo o que você vai fazer com o cabelo, desde um tratamento até um processo químico, como a coloração. Isso porque existe um intervalo de tempo necessário pro produto agir sem sobrecarregar e danificar os fios que já tá estabelecido. Se passar do tempo indicado na hora da hidratação não é bom, imagina com a coloração, né? E pode ficar de boas deixar a tintura por mais tempo na cabeça não vai fazer a cor ficar mais forte depois do enxágue, ok?

 

3. Nada de retocar com menos de 15 dias

Toda vez que você faz qualquer processo químico na cabeleira, ela precisa de um tempo até receber outro numa boa e isso vale pra alisamentos, relaxamentos e colorações. O motivo é: as suas madeixas NE-CES-SI-TAM desse tempo pra se recuperar da transformação que rola de dentro pra fora depois de uma química. Se você fizer um retoque antes desse intervalo de descanso pode ser que a sua fibra capilar não aguente tão bem e daí pra dar ruim é UM PULO.

 

4.Cuide MUITO do cabelo durante o retoque

Tudo bem que essa dica não tem necessariamente a ver com o momento de pintar os cabelos, mas a gente pode te GARANTIR que faz toda a diferença, sim! Manter uma rotina de tratamento pra hidratar, nutrir e reconstruir os fios coloridos vai preparar o terreno pro seu retoque ser perfeito e vai fazer a cabeleira aguentar o tranco. Além disso, é muito mais fácil de manter a cor sem desbotar e aumentar o intervalo entre os retoques seguindo essa linha de cuidados. E se você vai pintar pela primeira vez, vale dar uma intensificada nos cuidados umas duas semanas antes pro efeito ser o mesmo.

 

5.Escolha uma coloração que te ajude nessa missão

O seu objetivo de pintar o cabelo sozinha em casa sem danificar as madeixas vai ser alcançado com uma facilidade MUITO maior se o produto que você usa se preocupar em nutrir as madeixas enquanto age pra mudar a cor, né não? Por isso, na hora de comprar a tintura, fica ligada e escolhe a que já traz ativos hidratantes na caixinha pra você ter certeza que vai ficar com o cabelo lindo e saudável logo depois de colorir: a gente garante que vai fazer toda a diferença!